A história do ensino de Sociologia no Brasil sob as apropriações da Teoria Disposicionalista

Autores

  • Cristiano das Neves Bodart Professor Adjunto do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) dessa mesma instituição. Editor do Blog Café com Sociologia.
  • Caio dos Santos Tavares

Palavras-chave:

História da Educação, História das Disciplinas escolares, Teoria do Campo

Resumo

O presente artigo realiza uma análise das apropriações da Sociologia disposicionalista nas pesquisas sobre a história do ensino de Sociologia. Para tanto, mapea e sistematiza as principais contribuições exploradas nesses estudos, o que auxilia na compreensão do estágio atual do subcampo de pesquisa, voltado ao referido tema, e na (re)construção de agendas de pesquisa profícuas. Foram identificadas variadas apropriações da teoria disposicionalista, as quais vêm contribuindo para a ampliação dos focos de pesquisa, o desenvolvimento de questionamentos teóricos mais amplos e explicações de fenômenos sociais vinculados à história do ensino de Sociologia no Brasil em seus contextos macro e microssociológicos. O conjunto das pesquisas mostra-se teórico-metodologicamente potente nos resultados e na abertura para outras apropriações e (re)construções de novas agendas de pesquisa, o que tem oxigenado os estudos em torno da institucionalização da Sociologia escolar.

Abstract

This article analyzes the appropriations of dispositionalist sociology in research on the history of sociology teaching. To this end, it maps and systematizes the main contributions explored in these studies, which helps in understanding the current stage of the research subfield focused on this theme and in the (re)construction of fruitful research agendas. Several appropriations of dispositionalist theory were identified, which have contributed to the expansion of research foci, the development of broader theoretical questions and explanations of social phenomena linked to the history of sociology teaching in Brazil in its macro and microsociological contexts. The set of studies are theoretically and methodologically potent in the results and in the openness to other appropriations and (re)constructions of new research agendas, which has oxygenated the studies around the institutionalization of school sociology.


Biografia do Autor

Cristiano das Neves Bodart, Professor Adjunto do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) dessa mesma instituição. Editor do Blog Café com Sociologia.

Doutor em Sociologia (USP), professor adjunto da Universidade Federal de Alagoas (CEDU-Ufal).

Referências

BIERNACKI, Patrick; WALDORF, Dan. Snowball Sampling: Problems and techniques of Chain Referral Sampling. Sociological Methods & Research. v. 10, nº 1, p. 141-163, nov., 1981. Disponível em: <https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/004912418101000205>. Acesso em: 20 jun. 2021.

BODART, Cristiano das Neves. Banco de teses e dissertações sobre o ensino de Sociologia. Blog Café com Sociologia, Maceió, 2020. Disponível em: <https://cafecomsociologia.com/dissertacoes-e-teses-ensino-de-sociologia/> .Acesso em: 20 jun. 2021.

BODART, Cristiano das Neves; CIGALES, Marcelo Pinheiro. Conatus católico e ensino de Sociologia no Brasil (1920-1950). In: Cristiano das Neves Bodart. (Org.). O ensino de Sociologia e de Filosofia escolar. 1ª ed. Maceió-AL: Editora Café com Sociologia, 2020, p.

-154.

BODART, Cristiano das Neves; CIGALES, Marcelo Pinheiro. O lugar das fontes primárias nas pesquisas sobre a história do ensino de Sociologia. In: OLIVEIRA, Amurabi; ENGERROFF, Ana Martina Baron; GREINERT, Diego; CIGALES, Marcelo. Conquistas e resistências do ensino de Sociologia: eneseb 2019. Maceió: Editora Café com

Sociologia, 2021. pp. 181-196

BODART, Cristiano das Neves; CIGALES, Marcelo Pinheiro. Ensino de Sociologia no Brasil (1993-2015): um estado da arte na pós graduação. Revista de Ciências Sociais: RCS, v. 48, n. 2, p. 256-281, 2017. Disponível em <http://www.periodicos.ufc.br/revcienso/article/view/19500/30172>. Acesso em: 20 jun. 2021.

BODART, Cristiano das Neves; MARCHIORI, Cassiane da C. Ramos. Fragmentos da história do ensino de sociologia no Brasil. Revista Brasileira De História Da Educação, v. 21 n. 1, 2021.Disponível em: <https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/54770>. Acesso em: 20 jun. 2021.

BODART, Cristiano das Neves; TAVARES, Caio dos Santos. Configurações territoriais dos cursos de formação de professores de Sociologia no Brasil (1934-2017): disputas e implicações. Ciências Sociais Unisinos, v. 55, p. 247-259, 2019. Disponível em: <http://revistas.unisinos.br/index.php/ciencias_sociais/article/view/csu.2019.55.2.10/60747334>. Acesso em: 17 mar. 2021.

BODART, Cristiano das Neves. CIGALES, Marcelo. O ensino de sociologia no século XIX: experiências no estado do Amazonas, 1890 1900. História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 28,

n.1, 2021. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/hcsm/a/LQdm3DtgtrTFYdxpXNV5d6B/?lang=pt>. Acesso em: 20 jun. 2021.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A Reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1970.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

BOURDIEU, Pierre. Homo Academicus. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 2011.

BOURDIEU, Pierre. Meditações Pascalinas. Rio e Janeiro: Bertrand Brasil, 2001.

BOURDIEU, Pierre. Razões práticas: Sobre a teoria da ação. Trad. Mariza Corrêa. Campinas, SP: Papirus, 1996.

CIGALES, Marcelo Pinheiro; ENGERROFF, Ana Martina Baron. A constituição da Sociologia no Brasil e o Direito: a formação dos intelectuais. Revista Urutágua - Revista Acadêmica Multidisciplinar. Universidade Estadual de Maringá (UEM). n. 35, dez./mai, 2016. Disponível em:<https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/Urutagua/article/view/36651/19365>. Acesso em: 20 jun. 2021.

CIGALES, Marcelo Pinheiro; ENGERROFF, Ana Martina Baron. Uma cartografia do capital social dos pioneiros da sociologia no Brasil: estudo sobre os manuais escolares. In: MAÇAIRA, Julia; FRAGA, Alexandre. (Org.). Saberes e Práticas do Ensino de Sociologia.

Rio de Janeiro: Autografia, 2018. pp. 103-134.

CIGALES, Marcelo Pinheiro; OLIVEIRA, Amurabi. La sociología católica en Brasil a través de textos escolares. Revista Mexicana de Sociología, v. 83, n. 1, jan./mar., 2021. Disponível em:<http://mexicanadesociologia.unam.mx/index.php/v83n1/453-v83n1a6>. Acesso em: 17 de mar. 2021.

CIGALES, Marcelo Pinheiro. A sociologia no Campo Educacional Brasileiro. In: MIGLIEVICH-RIBEIRO, Adelia; MATIAS FILHO, Manoel.O espaço do Sociólogo: um balanço de 30 anos. Vitória, Edufes, 2019, p. 160-184.

CIGALES, Marcelo; ARRIADA, Eduardo. A sociologia educacional católica no sul do Brasil (1940-1970): um estudo a partir do corpo docente. Acta Scientiarum. Education, v. 41, p. e35252-14, 2019.Disponível em:<https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciEduc/article/view/35252>. Acesso em: 17 mar. 2021.

CIGALES, Marcelo; OLIVEIRA, Amurabi. Aspectos metodológicos na análise de manuais escolares: uma perspectiva relacional. Revista Brasileira de História da Educação, v. 20, p. 1-18, 2020. Disponível em:<http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/51252>.

Acesso em: 17 mar. 2021.

CIGALES, Marcelo. A Sociologia Católica no Brasil: análise sobre os manuais escolares (1920-1940). 2019. 313 fls. Tese (doutorado em Sociologia Política). Universidade Federal de Santa Catarina, 2019. Disponível em:<https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/215065>. Acesso

em: 17 mar. 2021.

CIGALES, Marcelo. A sociologia educacional no Brasil (1946-1971): análise sobre uma instituição de ensino católica. 2014. 151 fls. Dissertação (mestrado em Educação) - Universidade Federal de Pelotas, 2014. Disponível em:<http://repositorio.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/3230>. Acesso em: 17 mar. 2021.

DAROS, Maria Dolores. A Sociologia na constituição do campo educacional brasileiro e a pesquisa em Sociologia da Educação. Anais da XI Reunião científica Regional da ANPED Sul, Curitiba, 24 a 27 de julho de 2016. Disponível em: <http://www.anpedsul2016.ufpr.br/portal/wpcontent/uploads/2015/11/Eixo-20-Sociologia-da-Educa%C3%A7%C3%A3o.pdf>. Acesso em: 17 mar. 2021.

ENGERROFF, Ana Martina Baron; CIGALES, Marcelo; THOLL, James. Quem conta a História do ensino de Sociologia no Brasil? Um estudo bibliométrico. Cadernos da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais. v. 1, n. 2, p. 65-87, 2017. Disponível

em: <https://cabecs.com.br/index.php/cabecs/article/view/62>. Acesso em: 17 mar. 2021.

FERREIRA, Vanessa do Rêgo; OLIVEIRA, Amurabi Pereira de. O Ensino de Sociologia como um campo (ou subcampo) científico. Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, Maringá, v. 37, n. 1, p. 31-39, Jan./Jun, 2015. Disponível em:

https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciHumanSocSci/article/view/25623/pdf_41>. Acesso em: 17 mar. 2021.

MEUCCI, Simone. Os livros didáticos da perspectiva da sociologia do conhecimento: uma proposição teórico-metodológica. Revista Brasileira de Hisória da Educação, v. 20, e098, 2020. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/rbhe/a/CV7vnC7HvkhQjBRj4YsK9Dc/?lang=pt&format=pdf>. Acesso em: 17 mar. 2021.

MONTEIRO, José Marciano. O ensino de Sociologia e Pierre Bourdieu. In: BRUNETTA, Antonio Alberto; BODART, Cristiano das Neves; CIGALES, Marcelo. Dicionário do ensino de Sociologia. Maceió: Editora Café com Sociologia, 2020, p. 313-316.

MORAES, Lívia Bocalon Pires de. Por uma Sociologia Relacional da História do ensino de Sociologia: cientistas sociais e espaço social acadêmico. Revista Café com Sociologia, v. 4, n.3, 2015.

Disponível em: <https://revistacafecomsociologia.com/revista/index.php/revista/article/view/552>. Acesso em: jun. 2021.

MORAES, Lívia Bocalon Pires de. Hierarquia, legitimidade e autoridade no processo de institucionalização da sociologia como disciplina escolar (1997-2008). Revista Em Debate

(UFSC), Florianópolis, volume 14, p. 24-43, 2015. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/emdebate/article/view/1980-3532.2015n14p24/32243>. Acesso em: jun. 2021.

MORAES, Lívia Bocalon Pires de. Representando disputas, disputando representações: cientistas sociais e campo acadêmico no ensino de sociologia. 2016. 206fls. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Ciências e Letras – Unesp/Araraquara, 2016. Disponível em:<https://repositorio.unesp.br/handle/11449/138233>. Acesso em: jun. 2021.

OLIVEIRA, Amurabi; MELCHIORETTO, Beatriz. O ensino de Sociologia como tema de pesquisa nas Ciências Sociais brasileiras. Revista BIB, São Paulo, n. 91, p. 1-26, 2020. Disponível em: <http://anpocs.com/images/BIB/n91/BIB_0009102_05-02_amurabi.pdf>. Acesso em: jun. 2021.

OLIVEIRA, Amurabi. O Ensino de Sociologia na Educação Básica brasileira: uma análise da produção do GT Ensino de Sociologia da SBS. Teoria e Cultura, v. 11 n. 1, p.55-70. jan/jun. 2016. Disponível em:<https://periodicos.ufjf.br/index.php/TeoriaeCultura/article/view/12253>. Acesso em: jun. 2021.

REVISTA CAFÉ COM SOCIOLOGIA. Dossiê História do ensino de Sociologia, v.4, nº 3, 2015. Disponível em:<http://revistacafecomsociologia.com/revista/index.php/revista/article/view/606>. Acesso em: jun. 2021.

SILVA, Ileizi Luciana Fiorelli. O ensino das Ciências Sociais/Sociologia no Brasil: histórico e perspectivas. In: MORAES, Amaury César. (Org.) Sociologia: ensino médio. Brasília: Ministério da Educação: Secretaria de Educação básica, 2010. (Coleção explorando o ensino, vol. 15).

SOUZA, Rebeca Martins de. Balanço da produção de conhecimento nos Encontros Estaduais de Sociologia (ENSOC) do Rio de Janeiro: um mapa do campo de 2008 a 2014. In: MAÇAIRA, Julia Polessa; FRAGA, Alexandre Barbosa. Saberes e práticas do ensino de Sociologia. Rio de Janeiro: Autografia, 2018, pp. 27-56.

Downloads

Publicado

2021-07-31

Edição

Seção

Artigos